Buscar
  • Agência Moulin

Nem BB2 nem B2C: o marketing, agora, é H2H

Primeiro artigo da série de "Competências de um futuro do presente". 


A pandemia mundial acelerou, por motivos óbvios, um processo que já vinha acontecendo

e transformando a relação entre marcas e consumidores: a cultura digital.


Esse processo de transformação das empresas pode ser mais ou menos complicado (e dolorido), dependendo da mentalidade e também do grau de desenvolvimento de competências da nova economia que as pessoas que fazem a marca têm.


É importante que a mentalidade das pessoas (de ponta a ponta) seja sempre de aprendiz. Humildade, para nós, na Moulin, é uma das grandes competências da nova economia: que é, ainda, uma incógnita. Sendo assim, ninguém sabe ou dita as regras: elas serão descobertas e intuídas, cada marca ou pessoa a seu tempo.


As novas tecnologias, os novos desafios do mercado e as novas formas de se relacionar obrigarão as empresas e as marcas a um posicionamento de aprendizado constante e a uma flexibilidade jamais vista. Essa flexibilidade, que a gente chamou de HUMILDADE potencializa ainda mais o Marketing H2H (human to human), que leva em consideração pessoas e suas relações humanas (com falhas, acertos, pedidos de desculpas e absoluta transparência).





Algumas dicas da Moulin para sua empresa começar a atuar H2H:

  1. Defina uma persona com clareza. Cuide para que o relacionamento com o cliente tenha um rosto, uma personalidade, uma voz e um comportamento que torne sua marca próxima o suficiente para ser confiável e querida.

  2. Seja empático. Coloque-se no lugar do cliente, entenda suas dúvidas e sugestões, antecipe desejos, ouça com afeto e atenção, inclusive e, principalmente, as críticas. Lembre-se: as empresas pagam por pesquisas para entender críticas. Nessa nova cultura digital, você só precisa ouvir e... agir com muita precisão e rapidez, mostrando que você se importa (não é preciso lembrar que não basta mostrar, é preciso se importar de fato).

A série “Competências de um futuro do presente” é um convite da Moulin para refletirmos, juntos, a respeito do processo de transformação das marcas (acelerado, não causado) pelo isolamento e, principalmente, sobre as competências da nova economia.


Dúvidas, sugestões e opiniões, fale com a gente.


Até a próxima!

39 visualizações
 
  • Instagram
  • Facebook
  • LinkedIn

©2019 by Agência Moulin.